>> FIQUE POR DENTRO

CLAREAMENTO dentário

As dúvidas mais comuns sobre clareamento dentário:

QUAIS OS FATORES QUE INFLUENCIAM A COR DOS DENTES?

Algumas pessoas nascem com dentes mais amarelados que outras. Outras têm dentes que se tornam amarelados com o tempo. A cor natural de seus dentes também pode ser afetada por diversos fatores.

1. Manchas na superfície (chamadas pelos dentistas de manchas extrínsecas) e descoloração podem ser causadas por:

  • Tabaco (tanto fumado como mastigado);
  • Ingestão de café, chá, ou vinho tinto;
  • Ingestão de alimentos altamente pigmentados como cerejas e amoras;
  • Acúmulo de depósitos de tártaro resultantes da placa que endureceu

2. Manchas internas (chamadas pelos dentistas de manchas intrínsecas)

  • Tratamento com o antibiótico tetraciclina durante o período de formação dos dentes;
  • Aparência amarelada ou acinzentada dos dentes, como parte do processo de envelhecimento;
  • Trauma nos dentes que podem resultar na morte do nervo do dente, conferindo-lhe a cor marrom, cinza ou preta;
  • Ingestão demasiada de flúor durante a formação dos dentes (desde o nascimento até os 16 anos), o que dá ao dente uma aparência manchada.

MEUS DENTES PODEM SER CLAREADOS?

Sim. Qualquer pessoa pode ter seus dentes clareados, desde que eles estejam íntegros, sem muitas restaurações. É importante salientar que a resposta ao clareamento depende de fatores como a causa do manchamento, se o dente apresenta ou não canal tratado, idade do paciente e da cor inicial. Manchamentos por tetraciclina poderão responder de maneira inferior. Outros como mancha por flúor podem necessitar de outra técnica chamada de microabrasão.

COMO OS DENTES ESCURECEM?

As superfícies dos dentes contem milhões de poros microscópicos, e com o passar dos anos, os compostos orgânicos do alimento, bebidas efervescentes, chá, vinho, chocolate, café ou o cigarro penetram nestes poros que causam a descoloração do esmalte do dente. Ou ainda, outros fatores como: tratamento de canal ou o uso de antibiótico.

COMO POSSO CLAREAR meus DENTES?

1. No consultório: o dentista aplica um gel que endurece na gengiva, para protege- aplica um agente oxidante, ao mesmo tempo em que aplica o laser para acelerar o processo – feita 01 arcada no mesmo dia.

2. Em casa (doméstico): o paciente, sob a orientação do dentista, leva um gel oxidante para ser colocado em uma moldeira personalizada para cada paciente.

O DENTE CLAREADO FICA FRACO?

Não. A estrutura dental não é afetada.

OS CREMES DENTAIS CLAREADOSRES FUNCIONAM?

Podem conter produtos para combater manchas como os abrasivos que removem manchas externas por ação mecânica. Promovem apenas uma limpeza superficial, sem alterar a cor dos dentes. Outros produtos podem conter peróxidos que removem manchas por oxidação. Esses peróxidos estão em baixas concentrações e são inativados rapidamente por enzimas salivares e bacterianas, seu tempo de contato é curto.

Essas pastas atuam apenas na prevenção e eliminação da placa bacteriana, promovendo um clareamento aparente, portanto tem uma função auxiliar facilitando a remoção de manchas externas pelos abrasivos.

O CLAREAMENTO ALTERA AS RESTAURAÇÕES EXISTENTES?

Não. Mas o paciente precisa saber que talvez tenha de trocar ou retocar as restaurações antigas: uma vez que as restaurações não sofrem ação dos clareadores, parecerão mais escuras frente aos dentes clareados, causando desarmonia estética.

PODE-SE FAZER CLAREAMENTO EM QUALQUER IDADE?

Sim. Não há contra-indicação específica quanto à idade.

Clareamento a "LASER" - COMO FUNCIONA?

É uma técnica, que utiliza substâncias químicas que são ativadas pela luz a led. O laser entra como coadjuvante na diminuição da sensibilidade causada pelos compostos químicos utilizados nos produtos de clareamento. Remove as manchas e pigmentações dos dentes, que se situam na camada mais profunda do dente.

COMO É FEITO ESTE CLAREAMENTO?

Com um gel clareador à base de peróxido de hidrogênio na concentração de 35 a 40%. Este gel é aplicado pelo dentista, após cuidadoso isolamento das gengivas e lábios, sobre a superfície externa do dente e ativado por uma luz de baixa intensidade a LED e que contém um tipo de laser de baixa intensidade, liberando moléculas de oxigênio e assim promovendo o clareamento.

OS DENTES PODEM ESCURECER NOVAMENTE?

Sim, em torno de um 2 a 3 anos após o tratamento (dependendo de cada caso), os dentes escurecem um pouco, porém sem voltar ao seu tom original, nesse caso, seria necessário fazer uma sessão clareadora de manutenção.

QUAIS AS VANTAGENS DO CLAREAMENTO A LASER SOBRE O CASEIRO?

  • Menor tempo de tratamento. Realizado em cerca de 1 hora cada arcada (no máximo 3 sessões).
  • Rapidez de resultados. Já se sai com os dentes clareados
  • Comodidade – não há necessidade de uso em casa e os transtornos são menores.
  • O antigo problema de se evitar alimentos corados ou chás, etc, por um longo período é diminuída
  • A sensibilidade é diminuída
  • Não depende da colaboração do cliente. Conseqüentemente os resultados são mais previsíveis.

APÓS O CLAREAMENTO, QUANTO TEMPO OS DENTES PERMANECEM CLAROS?

Depende da causa e do grau de escurecimento dos dentes, e principalmente dos cuidados em relação à alimentação e higienização.

CLAREAMENTO CASEIRO (COM MOLDEIRA)

COMO FUNCIONA?

As moléculas dos géis oxidantes (liberadores de oxigênio) penetram na intimidade do esmalte e da dentina, liberando oxigênio que, por sua vez, "quebra" as moléculas dos pigmentos causadores das manchas.

QUAIS OS CUIDADOS DURANTE O CLAREAMENTO?

Evitar consumo de bebidas ácidas como suco de frutas cítricas, refrigerantes, etc. já os alimentos que contêm corantes como chás, café, chocolate e molhos devem ser evitados. Em todo caso, seu dentista lhe orientará sobre esses cuidados.

OS PRODUTOS USADOS SÃO SEGUROS?

Sim. Como outros produtos e medicamentos usados na Medicina e Odontologia, se usados corretamente conforme orientação, os produtos usados no clareamento não promovem nenhum prejuízo à saúde geral.

ELES PROVOCAM DANOS A GENGIVA?

Não, desde que o paciente faça tratamento supervisionado e não use produtos vendidos pela TV ou em supermercados. O dentista confecciona uma moldeira individualizada, orienta e supervisiona. Essa moldeira cobrirá somente a superfície dental, evitando, assim, que o agente clareador tenha contato direto e contínuo com a gengiva.

O CLAREAMENTO PODE SER FEITO SOZINHO?

Não se recomenda clarear os dentes sem a orientação profissional. Seja no consultório seja em casa, sempre deve haver monitoramento do dentista.

Lembre-se o clareamento é um Tratamento odontológico, já que não se limita apenas ao clareamento em si, sendo necessário um exame clínico para o diagnóstico de doenças gengivais, periodontais, dentes com trincas, colos expostos (recessão de gengiva) e que necessitam de tratamento de canal, já que estes precisam ser tratados com antecedência. Além disso, o processo pode causar sensibilidade e prejudicar a gengiva se mal feito, daí sempre a necessidade do dentista.

QUANTO TEMPO DURA O TRATAMENTO DOMÉSTICO?

Dura de 10 a 14 dias. Pode haver variações a depender do grau de escurecimento e de quanto se deseja clarear.

O DENTE CLAREADO PODE ESCURECER NOVAMENTE?

Sim. Mas nunca como era antes. Após 2 ou 3 anos, pode haver a necessidade de uma manutenção, que é feita em 4 ou 5 sessões.

QUAIS AS CONTRA-INDICAÇÕES DO CLAREAMENTO DOMÉSTICO?

Por precaução, deve-se evitar o tratamento em gestantes e lactantes.

Clareamento dental

Voltar a página "Fique por dentro" e ver a lista completa de opções